segunda-feira, novembro 12, 2007

Folhas Caídas

Perdi a tua sombra, o teu resguardo. Foste barbaramente dilacerada. Agora, quando vou à janela, só vejo troncos nus e tristes. Aparentemente sem vida, inertes. Perdi a tua protecção. Resta-me esperar que a natureza cumpra a sua tarefa e voltem a crescer os ramos frondosos e as folhas espessas de outrora. Olhar a rua, já não é a mesma coisa…

5 comentários:

Miguel S. disse...

Meu caro, acho que ainda vais ter de esperar um bocado para veres folhas de novo... E dai, talvez não , a avaliar por este tempo maluco que tem feito...

Custódia C.C. disse...

"Aparentemente sem vida, inertes...."

Aparentemente, só aparentemente :)

Luís F. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Suzi disse...

Não é a mesma coisa... mas é o ciclo da vida.
Um aprendizado, para o homem, se souber olhar com olhos de aprender...

(amo essas folhinhas de "maple". amo, amo, amo!!!)

Luís F. disse...

Só temo pela recuperação da árvore porque o desbaste foi feito por um amador que, supostamente, deveria ter deixado alguns ramos... mas o corte foi total….