terça-feira, novembro 18, 2008

...

Existem várias hipóteses: Abandonamos livros logo nas primeiras páginas, apaixonamo-nos por livros logo nas primeiras páginas, aborrecemo-nos com livros no meio da trama, sentimo-nos defraudados com o final dos livros ou devoramos um livro do principio ao fim quase sem pestanejar. Ando, há mais de um mês, a ler um livro. Não o abandonei logo nas primeiras páginas porque achei a narrativa tão estapafúrdia que quis ver até onde ia. Atitude sádica, sim. O referido livro descreve uma comunidade pré-histórica constituída exclusivamente por mulheres que não conhecem homens e nem deles precisa. As Fendas reproduzem-se sem fecundação e nascem sempre crianças do sexo feminino… até ao dia em que nasce um bebé do sexo masculino apelidado por elas de monstro ou esguicho. O fim trágico destes bebés diferentes é no mínimo horripilante. Aparecem umas águias gigantes, solidárias com os monstros, que raptam os bebés salvando-os das atrocidades das fendas. Surge assim uma comunidade exclusivamente constituída por homens. Depois é deixar a imaginação rolar com o encontro entre fendas e esguichos… (A Fenda de Doris Lessing).

3 comentários:

Custódia C.C. disse...

Espera aí! Será que me enganei!?! Isto é um blog de terror e eu não dei por isso?

1entre1000's disse...

hmmmmm...

TitaParasita disse...

Huuummm... Fendas e esguichos, isso soa-me mais para o pornográfico...