sexta-feira, dezembro 11, 2009

Relato de um constrangimento capilar

Rendo-me às evidências e aos cabelos espalhados por todo o lado. Na almofada, na banheira depois do duche ou quando me penteio. A cabeleira de Sansão que sempre ostentei começa a perder o vigor de outros tempos. Parece-me uma evolução natural, mas existe sempre a esperança de reverter a situação. Uso um champô fortificante sugerido pelo moço da farmácia que terá, mais ou menos, a minha idade. Acontece que, em termos capilares, ganho-lhe aos pontos. Custa-me, sinceramente, abordar esta temática com alguém que tem três cabelos no alto da cabeça. Para evitar constrangimentos e como tenho de endurecer esta batalha, terei de procurar outra farmácia…

1 comentário:

Custódia C.C. disse...

Pasmei com este post! Então hoje não é dia de hip, hip?
Foi por isso que cá vim, apesar de estar cheia de trabalho !!!!
Pronto, amuei!!!