quarta-feira, julho 09, 2008

Trapalhadas

Num país de treinadores de bancada eu não sou excepção. Vou sugerir à FPF umas férias do campeonato de futebol já nesta época. Arrefeciam-se os ânimos, clarificavam-se as dúvidas, puniam-se os culpados. Em suma: fazia-se justiça. Um ano de chuteiras penduradas, um ano sem os insultos ao senhor do apito, um ano sem as peculiares declarações dos jogadores, um ano sem os arrufos entre as claques organizadas. Um ano sem os milionários contratos de publicidade e de transmissões televisivas, um ano sem os salários astronómicos dos jogadores e treinadores, um ano sem benesses e palmadinhas nas costas aos donos da bola, um ano de míngua para esta malta. Mesmo assim acredito que nada mudaria, mas seria um regalo ver o desatino destes basbaques…

5 comentários:

marta r disse...

Eu cá acho que tu não ias aguentar 365 dias sem um único joguinho do Benfica...

Custódia C.C. disse...

Estás a ser mauzinho. E os jornais desportivos iam falar de quê?

Suzi disse...

Eles morreriam só de receber a notícia... Afinal, amam o futebol! Ops! Amam as facilidades que o futebol lhes traz. A mera idéia de que possam passar um dia sem o conforto decorrente, ou sem o salário... Morreriam todos do coração. E nunca mais teríamos futebol. Nunca mais. Para sempre.
Fim.

1entre1000's disse...

"basbaque" gosto da palavra!!!

Suzi disse...

kd tu?????

;o)
bj!